Gerberas | Flores e Cultivo

-->
      A Gerbera ocorre naturalmente na America do Sul,Africa,Madagascar e na Ásia tropical. A sua primeira descrição botânica em 1889 descrevendo a Gerbera jamesonii, uma espécie Sul-Africana.
      É um gênero de plantas ornamentais pertencente à família dos girassois e das margaridas(Asteraceae).

      Foi atribuido em 1937 o nome Gerbera em homenagem a Traugott Gerber,um médico e naturalista alemão que a descobriu na província do Transval, na África do Sul.Por isso ,até hoje muita gente ainda a conhece como “margarida-do-Transval.

      Devido a sua versatilidade e grande quantidade de cores.A gérbera ficou bem conhecida no Brasil como flor de corte, usada principalmente na composição de arranjos florais.

      Enviar um arranjo ou buque é sinal de bom gosto e sensibilidade ,
com certeza irá agradar e muito o dia de quem irá receber.

      Com estas qualidades ,hoje a gerbera é a quinta flor de corte mais comercializada no planeta. Sendo cultivada em grandes quantidades em diversas regiões.



Ficha Técnica
Família: Compostas
Origem: África do Sul
Porte: Herbácea que atinge cerca de 40 cm de altura
Floração: Floresce o ano todo, mas o auge da floração se dá no fim do inverno e início da primavera
Plantio: Propaga-se por meio de sementes ou divisão de touceiras
Solo ideal: Arenoso, com boa drenagem (mistura recomendada: 1 parte de terra comum de jardim, 1 parte de terra vegetal e 2 partes de areia)
Clima: Seco
Luminosidade: Sol pleno. Regas: Suporta solo mais seco. Pode ser regada, em média, 1 ou 2 vezes por semana, de preferência apenas nos períodos secos, evitando o encharcamento do solo
Adubação ideal: Orgânica ou NPK 4-10-8.
Podas: Para estimular nova brotação, deve-se podar as gérberas rente ao solo, no final da floração. Podas de limpeza para retirar folhas velhas ou mortas também são recomendadas.

Saiba mais sobre a Gerbera :
Você encontra no site Rebeca Flores : Arranjos Gerberas

Nenhum comentário:

Postar um comentário