Manacá da Serra | Flores para Jardim


      O manacá da serra é um planta nativa da mata atlântica e pertence ao mesmo gênero das quaresmeiras (Tibouchina Gramulosa).

      Árvore de porte variável podendo atingir até 15m , seu grande atrativo está em sua floração espetacular tornando-se assim muito popular no paisagismo.


      É um excelente opção para paisagismo urbano pois, além do seu crescimento rápido ,suas raízes não são agressivas permitindo o plantio em qualquer espaço.

Floresce entre Novembro e Fevereiro ,suas flores são grandes e duráveis com coloração que varia do branco ao lilás passando pelo rosa.
A variação de cor é devido o amadurecimento diferencial das partes masculinas e femininas da flor . As brancas recem abertas são as femininas ,as que recebem o pólen. E as lilás ou roxas são as flores velhas são as masculinas as que recebem o pólen.


     No caminho do litoral norte ,para os mais atentos é possível observar na mata todo o colorido e beleza dos manacás embelezando a paisagem.

    
Uma dica para quem não dispõe de espaço ,é o Manacá da serra anão (Tibouchina Mutabilis Nana ) . Floresce com apenas 6 meses de idade e atinge até 3 m. Diferente da espécie comum sua florada ocorre no inverno.

Em nosso jardim temos um manacá anão que já está na terceira floração mas, este ano ele está mais belo ainda com uma super florada

Ficha Técnica :
Nome popular: Manacá-da-serra; Cuipeuna; Manacá-da-serra-anão.
Nome científico: Tibouchina mutabilis.
Família: Melastomataceae.
Origem: Brasil. 

Luminosidade: Vai bem a pleno sol ou à meia sombra, com pelo menos 4 horas de sol por dia.
Ciclo de Vida : Perene
Irrigação: (Sugestão): após o plantio, precisa de água 3 vezes por semana. 

Ao atingir a idade adulta (com cerca de 6 meses), uma rega por semana é suficiente.
Solo: Vai bem em qualquer tipo de solo, contanto que não seja arenoso.
Propagação: Pode ser por estacas. Mas como este processo tem baixo aproveitamento, nesta espécie, aconselha-se a obtenção de mudas já crescidas.
Poda: É muito importante que no final da florada (em Novembro) a planta seja podada. Alem de determinar o tamanho da planta, a poda ainda prepara a planta para a floração seguinte.
Adubação: (Sugestão): Plantio em jardins, incorporado na terra, por metro quadrado: 250gr de N-P-K 10-10-10, 500 gr de calcário e 20L de húmus de minhoca. Durante o ano, a cada 3 meses 250 gr de N-P-K 4-14-8 por metro quadrado.



Fonte : Jardim de Flores
Foto : Rebeca Flores

2 comentários:

  1. Adorei as dicas! Gostaria de ver dicas sobre o Jacarandá-mimoso por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por sua sugestão .Em breve postaremos uma matéria sobre jacarandá mimoso.

      Excluir